domingo, janeiro 02, 2011

Ao conhecê-lo. Ao compreendê-lo.

Ao conhecê-lo inquietantemente me lembrei de Leminski quando dizia que um homem com uma dor é muito mais elegante, que o homem com uma dor carrega o peso da dor como se portasse medalhas, uma coroa ou um milhão de dólares…
Ao compreendê-lo tranquilamente me lembrei de Gibran Khalil quando dizia sobre o homem que no seu eu, mora no silêncio e lá dentro permanecerá para sempre (não necessariamente) despercebido, mas eternamente inalcançável.

2 comentários:

Anônimo disse...

Não sei porque, mas esta citação de Gibran lembra-me.....eu mesmo!
Abs
Sérgio Dantas.'.
Natal

Não tenho nome .... tenho dedos que se identificam no teclado disse...

VAmos voltar a escrever e ter mais anotAÇÕES???